Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
PSD condena posição de Martin Schulz relativamente ao federalismo europeu e à expulsão automática de Estados-Membros da União Europeia
Duarte Marques considera que é inaceitável a posição expressa pelo ex-Presidente do Parlamento Europeu.
Partilhar  
PSD defende a reabilitação e requalificação do edifício da Escola Secundária José Falcão, em Coimbra
Margarida Mano recordou a urgência de uma intervenção de fundo neste histórico estabelecimento de ensino.

Partilhar  
PSD apoia iniciativa que visa a definição de regras de proteção contra a exposição aos campos eletromagnéticos derivados de linhas de muito alta tensão
A posição dos sociais-democratas foi expressa pelo deputado António Topa.

Partilhar  
Nilza de Sena acusa a esquerda de “atirar areia para os olhos dos professores”
A deputada considera que PCP e BE pretendem criar uma “cortina de fumo” para ocultar o desastroso concurso de mobilidade interna.
O Parlamento analisou, esta sexta-feira, duas iniciativas referentes ao regime de recrutamento e mobilidade do pessoal docente dos ensinos básico e secundário. Em nome do PSD, Nilza de Sena começou por recordar que estas são matérias que hoje voltam a estar em discussão na ronda negocial junto do Ministério da Educação. “Negociação essa que foi apoiada e recomendada por todos os partidos e que além das questões da carreira e da contagem do tempo de serviço que o PS congelou, esteve também na origem das alterações deste regime de recrutamento e mobilidade dos docentes introduzidas por este governo e que a esquerda muito aplaudiu. Afinal, em poucos meses verificamos que estes partidos criticam aquilo que há pouco tempo apoiaram”.
Segundo a deputada, depois de um... (ver mais)
Partilhar  
O PS está ideologicamente capturado pelos parceiros da geringonça em matéria laboral
Pedro Roque criticou a oposição dos socialistas à possibilidade dos trabalhadores optarem pelo recebimento do subsídio de Natal e do subsídio de férias em duodécimos.
O PSD considera que os trabalhadores devem voltar a ter a liberdade de escolha que foi revogada no Orçamento de Estado para 2018, que lhes permitia optar pelo recebimento do subsídio de Natal e do subsídio de férias em duodécimos. Num debate sobre uma iniciativa neste sentido, Pedro Roque frisou que trata-se de permitir ao trabalhador que possa escolher, de acordo com o seu livre arbítrio, se entende receber esse valor, por inteiro, antes do gozo das férias e no mês de Natal ou se, pelo contrário, acha preferível majorar o salário mensal com os duodécimos desses dois salários adicionais ou, ainda, um misto em que, ao mesmo tempo, majora o salário mensal e recebe metade dos subsídios nos prazos estipulados. “A uns convirá mais de um destes modos a outros, um dos dois... (ver mais)
Partilhar  
CTT: Luís Leite Ramos assinala “falta de pudor” dos socialistas
O deputado sublinhou que “só a falta de vergonha” é que pode levar o PS a acusar o PSD de ter tomado a decisão de privatizar os CTT.
“A falta de memória não é doença rara nos deputados do PS. Rara, raríssima é assunção das responsabilidades por parte dos seus dirigentes, dos seus governantes e dos seus deputados, uma vez que seja, por aquilo que fizeram e fazem”. Foi desta forma que Luís Leite Ramos iniciou a sua intervenção, esta sexta-feira, no debate de iniciativas dos partidos da esquerda sobre o controlo e gestão dos CTT.
Depois de recordar uma notícia de 2010, altura de governação socialista, que dava conta da intenção do governo de privatizar os CTT e de lembrar que o acordo que os socialistas fizeram com a troika previa exatamente isso, o Vice-Presidente da bancada do PSD frisou que “só a falta de vergonha é que pode fazer com que o PS acuse o PSD de ter tomado esta decisão”.
De... (ver mais)
Partilhar  
Violência no Namoro: PSD defende que crime de homicídio seja qualificado
Andreia Neto recordou que a iniciativa visa equiparar o crime de homicídio no namoro ao crime de homicídio no casamento.
“Propomos que os homicídios cometidos contra namorados ou ex-namorados passem a ser qualificados, tal como acontece com os homicídios praticados contra cônjuges ou ex-cônjuges”, disse esta quinta-feira Andreia Neto, em plenário. Segundo salientou, a diferenciação que existe entre o crime praticado na relação de namoro e na conjugal “não tem qualquer justificação, sendo da mais elementar justiça que esta equiparação seja estendida no âmbito de crime contra a vida”.
A deputada lembrou que o “projeto de lei em discussão” foi apresentado aquando de uma visita à Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV) realizada para assinalar o Dia Internacional pela Eliminação da Violência contra a Mulher. “Já nessa data, afirmamos que o crime de homicídio já tem qualificação no... (ver mais)
Partilhar  
O reforço da proteção dos jornalistas e da sua profissão favorece a liberdade de imprensa
Carlos Peixoto declarou o apoio do PSD a iniciativas que visam reforçar a proteção jurídico-penal dos jornalistas no exercício de funções.
O Parlamento debateu, esta quinta-feira, duas iniciativas que visam reforçar a proteção jurídico-penal dos jornalistas no exercício de funções. Em nome do PSD, Carlos Peixoto começou por referir que apesar de não identificar um sentimento clamoroso de insegurança relativamente à atividade dos jornalistas, parece aos sociais-democratas relativamente pacífico que o reforço da proteção dos jornalistas e da sua profissão potencia, favorece e salvaguarda a liberdade de imprensa.
Contudo, o parlamentar estranhou o “agendamento meteórico do PS” desta iniciativa. “Qual foi a pressa”, perguntou o deputado, lamentando que a proposta não tenha ido a comissão, não tenha um relatório de nenhum deputado, não tenha nota técnica e não tenha recolhido nenhum parecer de nenhuma... (ver mais)
Partilhar  
PSD quer que o Governo apresente o novo plano de ação sobre a promoção da igualdade no mercado de trabalho e o combate às desigualdades salariais
Sandra Pereira apresentou o Projeto de Resolução dos sociais-democratas.

Partilhar  
“O Mar merece mais impulso político ao nível da pesca, da ciência, da indústria e do investimento”
Ulisses Pereira desafiou o governo a voltar a abraçar a causa da Economia do Mar.
O Parlamento debateu, esta quinta-feira, a Proposta de Lei que visa autorizar o governo a criar o Sistema Nacional de Embarcações e Marítimos. Ulisses Pereira, intervindo em nome do PSD, começou por salientar que esta é uma iniciativa “positiva e meritória”, acrescentando que facilitar o investimento no mar, preservando a sua enorme biodiversidade que constitui uma das maiores riquezas nacionais e foi um dos propósitos do anterior Governo. Nesse sentido, adianta, cabe ao atual governo continuar um processo de simplificação e desburocratização iniciado e previsto na Lei de Bases do Ordenamento e Gestão do Espaço Marítimo Nacional, aprovada em 2014 pelo PSD, PS e CDS.
“Com a presente autorização legislativa o Governo pretende assim tornar o Estado mais ágil,... (ver mais)
Partilhar  
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas